(55) 9 9929-2604

contato@prosperedho.com.br

Julho chegou, e o que você fez?

julho

Estamos no segundo semestre de 2018, ou seja, metade do ano já passou. O que você fez e conquistou até esse momento? Aquela lista de ano novo que incluía fazer um curso, mudar de emprego, comprar um carro, perder peso, investir em um novo relacionamento, e outras coisas mais… está guardada na gaveta? É hora de parar e refletir, pois ainda dá tempo de mudar atitudes e alcançar os seus objetivos. Independentemente de quais sejam eles, o que importa é você entrar em ação.

O primeiro passo para qualquer mudança à ser realizada é o planejamento. Estudos indicam que precisamos entender detalhadamente qual é a nossa real situação para então começarmos a agir, e escrever nos ajuda a organizar e compreender melhor os inúmeros pensamentos que correm soltos na nossa mente. Ao colocarmos nossas ideias no papel temos a oportunidade de visualizá-las, entendê-las e definir o que será preciso fazer para concretizá-las.

O principal cuidado que devemos tomar é sermos sinceros com nós mesmos e traçar objetivos possíveis de serem realizados e que, ao mesmo tempo, nos desafiem. O erro mais comum que as pessoas cometem é o de estabelecer metas muito ambiciosas a curto prazo e não conseguirem alcança-las, o que resulta em frustração e, na maioria das vezes, em abandono da busca pelo objetivo. Sendo assim, a dica é organizar o seu cronograma de ações de modo a começar pelo mais fácil. Conquistar pequenas vitórias é importante para ganhar autoconfiança e manter a motivação.

Lembre-se de estabelecer prioridades, afinal, jamais conseguiremos cumprir todas as metas de uma só vez. Cada etapa precisa acontecer no seu tempo. Reflita sobre o que é mais importante, por onde você deve começar e tenha paciência. Quando o imediatismo fala mais alto e a ânsia por resultados bater, reveja o propósito da sua caminhada e o quanto já avançou em direção ao que você quer. Por vezes, a realização de alguns planos pode envolver outras pessoas e, para isso, temos que procurar apoio daqueles que de fato possam nos ajudar. Não raras vezes buscamos segurança em pessoas que acabam nos desmotivando e desencorajando. O incentivo externo é de fundamental importância, mas a força decisiva para tocar seus planos vem mesmo é de você.

Reveja seu planejamento constantemente e ajuste o que for necessário. Todo planejamento, por mais que tenha foco, precisa ser flexível já que muitas vezes nos deparamos com situações que fogem do nosso controle e que necessitam tomadas de decisões que alteram o que estava planejado para o futuro. Se quiser realmente promover mudanças significativas em sua vida é preciso deixar a procrastinação de lado e sair da zona de conforto. Com esforço, dedicação e persistência, qualquer pessoa conquista o que quiser. Tirar os planos do papel pode ser mais simples do que você imagina e, a boa notícia, é que ainda dá tempo!